São mais de 300 convidados confirmados no evento, que se estende por dez dias no Centro de Eventos, entre 16 e 25 de agosto

 

Com tema "As cidades e os livros", a 13ª Bienal Internacional do Livro do Ceará começa hoje (16), no Centro de Eventos, e segue até o dia 25 de agosto com uma programação diversificada e o melhor, gratuita. O evento envolve ainda outros espaços de Fortaleza, como a Escola Porto Iracema das Artes, e até de outros municípios, como a Casa de Saberes Cego Aderaldo, em Quixadá.

 

Com dez dias de programação que envolve lançamentos de livros, mesas redondas, oficinas e shows, as atividades circulam em eixos temáticos como mulheres, ilustração e juventude. São mais de 60 autores brasileiros e estrangeiros confirmados entre os 300 convidados do evento literário.

 

A seleção foi da escritora cearense Ana Miranda, do escritor, produtor cultural e professor Carlos Vasconcelos e da professora Inês Cardoso, com a coordenação geral de Goreth Albuquerque. A expectativa é que a programação atraia 450 mil visitantes.

 

Autores nacionais

 

Conceição Evaristo, autora de "Olhos d'água", um dos principais nomes da literatura contemporânea (Dia 24 de agosto, às 18h)

 

Ronaldo Correia de Brito, escritor e dramaturgo, autor de "Galileia" (Dia 21, às 16h)

 

Chico Alvim, poeta e diplomata, autor de "O metro nenhum" (Dia 19, às 18h)

 

Frei Betto, jornalista e escritor brasileiro, autor de "Batismo de Sangue" (Dia 19, às 20h)


 

Amara Moira, escritora, professora e ativista transexual (Dia 25, às 16h)

 

Ana Miranda, escritora cearense, autora de "Dias & Dias" e "Boca do Inferno" (Dia 18, às 16h)

 

Marco Luchesi, poeta e romancista, atual presidente da Academia Brasileira de Letras (Dia 17, às 20h)

 

Antônio Torres, autor de "Um cão uivando para a Lua" e membro da Academia Brasileira de Letras (Dia 20, às 16h)

 

Autores internacionais

 

Eduardo Agualusa (Angola), autor de "Nação crioula" (Dia 17, às 16h)

 

Abdellah Taïa (Marrocos), escritor e cineasta marroquino com oito romances publicados (Dia 18, às 20h)

 

Ivan Wolffers (Amsterdã), escritor, médico e professor (Dia 24, às 16h)

 

Vera Duarte Pina (Cabo Verde), autora de "A Candidata" (Dia 19, às 16h)

 

Além da literatura

Monja Coen (SP): a monja zen budista participa de evento na Praça Cordel, no dia 17 de agosto, às 13h, o bate-papo "Meditação e cantoria como prevenção do câncer".

 

Debates e temas

As cidades e os livros: espaço principal do evento, recebe a maioria dos nomes destacados acima, além de Mariana Ianelli, Tércia Montenegro, Fausto Nilo, Gilmar de Carvalho e outros.

 

Letras de mulher: pretende divulgar autoras femininas, principalmente na literatura, com mesas formadas unicamente por mulheres, como Lola Aronovich, Maria da Penha, Mayara e As Severinas.

 

Oralidade e Ancestralidade: destaques para a tradição oral envolvendo múltiplas etnias, mestres da cultura popular e outras abordagens. Recebe convidados como Cláudia Quilombola, Daniel Munduruku, Vaqueira Aboiadora, Cacique Pequena, Jean dos Anjos e Gilberto Calungueiro.

 

Juventude e periferia: visibilidade e debates sobre o movimento de leitura e literatura promovido nas periferias de Fortaleza com foco nos jovens. Recebe representantes de iniciativas como Jangada Literária, Livro Livro Curió, Cia. Bate Palmas e Paideia.

 

Literatura de cordel: com espaço dedicado ao gênero, a Bienal do Livro reúne autores e apresenta a cultura do folheto em várias formas desde a música até as artes visuais

 

Espaço infantil: área voltada para crianças reúne livros e atividades como encontro com autores, oficinas e contação de histórias. Recebe nomes como Paula Yemanjá, Luci Sacoleira, Cris Alhadeff e Clarice Cardel.

 

Festival de Ilustração: palestras, mesas redondas e oficinas para refletir sobre a relação entre texto e imagem, com participações de Fernanda Meireles, Tino Freitas, Marilda Castanha e outros nomes.

 

Bienal fora da Bienal: atividades que integram a programação mas acontecem fora do Centro de Eventos, em espaços como Porto Iracema das Artes, Mercados dos Pinhões, Poço da Draga, além da Casa de Saberes Cego Aderaldo (Quixadá) e outros locais.

 

Café literário: discussões sobre cidade, que orientam a Bienal. O eixo principal da programação é o espaço "Diz-me o que comes e te direi de onde és". Terá nomes como Sânzio Azevedo, Thiago Tizzot e Lina Luz.

 

Por Rômulo Costa, G1 CE

 

Serviço:

13ª Bienal Internacional do Livro do Ceará

Quando: 16 a 25 de agosto, das 10h às 22h

Onde: Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999 - Edson Queiroz)

Ingresso: Gratuito