O setor de turismo no Ceará registra alta de 6,6% ao final de 2018, segundo resultados da Pesquisa Mensal Serviços (PMS), divulgada nesta quinta-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado é maior que a média nacional (2%), cuja passagem de novembro para dezembro foi com variação negativa (1%). Nesse período, houve acúmulo de perda (3,1%). Dos cinco locais que acompanharam o movimento de queda brasileiro, São Paulo (2,7%) registrou a maior redução e Rio de Janeiro (3,9%), a melhor alta.

De janeiro a dezembro de 2018, o acumulado no setor turístico cresceu (2%) no Brasil, em vista do mesmo período do ano anterior. Dos 12 estados analisados, o IBGE constatou o resultado maior para o estado do Ceará (6,6%), na frente de São Paulo (5,1%), Pernambuco (4,4%) e Minas Gerais (1,3%).

Em relação ao ano de 2017, as atividades turísticas cresceram (1,5%), a nível nacional. Já a média cearense (13,5%) foi a maior de todas, seguida de São Paulo (5,3%) e Rio de Janeiro (2,2%). Os resultados negativos ficaram concentrados na região Sul e Sudeste do País, com Paraná (9,9%), Rio Grande do Sul (5,4%) e Minas Gerais (3,7%). Ao todo, foram 12 unidades federativas pesquisadas.

 

Fonte: OPovo