O início das obras de expansão do Aeroporto Internacional Pinto Martins (Fortaleza Airport) foi realizado nesta terça-feira (19), em solenidade realizada no entorno das construções do terminal. O lançamento da Pedra Fundamental, que marca a abertura das intervenções, teve a participação do governador Camilo Santana, da presidente da Fraport, Andreea Pal, do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e de executivos do consórcio construtor Método e Passareli.

Entre as principais mudanças no aeroporto estão a ampliação do terminal de passageiros, adequações no sistema viário e das vias de taxiamento, além da expansão de pista de pouso e decolagem. O prazo para o fim das obras é maio de 2020. O investimento no projeto é de R$ 800 milhões para a realização das fases 1B e C. O orçamento une a contratação do consórcio, a compra de equipamentos, o desenvolvimento e a gestão do novo prédio.

De acordo com o governador Camilo Santana, o novo aeroporto, que teve gestão assumida pela Fraport Brasil em janeiro deste ano, vai permitir um melhor desenvolvimento da Capital. “É muito importante o início dessas obras para se ter um aeroporto mais moderno, confortável e amplo; além de garantir a ampliação de voos, das conexões do hub”, disse.

“Há uma perspectiva importante de crescimento da cidade, da oferta de empregos, da economia. Até porque o stopover (parada gratuita) já começou”, continuou o chefe do Executivo. O serviço, ofertado pelas companhias aéreas Air France-KLM e GOL Linhas Aéreas Inteligentes, possibilita que os clientes passem três dias na capital cearense, durante conexão, sem alteração de tarifa na passagem.

Segundo analisa a presidenta da Fraport, Andreea Pal, as intervenções no terminal são símbolos do desenvolvimento aeroportuário do Ceará e do Brasil. “Hoje, oficializamos o início das obras com todas as permissões e licenças necessárias. Isso não seria possível sem o suporte da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Procuradoria da República, do Governo do Ceará e da Prefeitura de Fortaleza”, afirmou.

Essa parceria entre as instituições, ressaltou o prefeito Roberto Cláudio, oferece ao turismo cearense “novos horizontes”. “Essa integração e parceria que a Fraport teve para a concessão se iniciar, certamente, continua para que a obra possa ser entregue no prazo, com todo apoio dos órgãos municipais. Que possamos tirar o melhor proveito econômico dessa oportunidade”, pontuou.

Administração do terminal
O Aeroporto de Fortaleza é o um dos dois terminais brasileiros que serão operados pela empresa alemã durante as próximas três décadas. Além do aeroporto cearense, o Aeroporto Internacional Salgado Filho, de Porto Alegre, será administrado pela Fraport Brasil, subsidiária da Fraport Frankfurt Airport Services Worldwide. A operadora, que soma mais de 60 milhões de passageiros por ano na Alemanha, tem gestão de 30 aeroportos pelo mundo.

Com informações do portal do Governo do Estado do Ceará